Glaucoma
 

O que é Glaucoma?

O glaucoma é uma doença na qual ocorre lesão do nervo óptico relacionada a pressão intraocular alta. Ele pode ser agudo ou crônico. O dano glaucomatoso leva à perda da visão periférica (visão que permite perceber objetos ao nosso redor), devido à lesão das fibras dos nervos que se originam na retina e formam o nervo óptico. O principal fator de risco relacionado a esta lesão é a pressão interna do olho alta, porém existem outros fatores envolvidos. O glaucoma agudo ocorre quando a pressão interna do olho torna-se extremamente alta e causa perda súbita e grave da visão. A pressão intraocular média está em torno de 16 mmHg, porém pode variar entre 10 e 21 mmHg (limites considerados normais para a maioria das pessoas).

Quais os sinais e sintomas do Glaucoma?

O glaucoma é conhecido como “doença silenciosa” pois raramente apresenta sintomas. Os sinais da doença só vão surgir nos glaucomas agudos, quando o paciente sofre fortes dores de cabeça, enjôo e dor ocular intensa. Geralmente, o diagnóstico é feito num exame de rotina, quando o paciente procura o oftalmologista para trocar os óculos, por exemplo. Glaucoma é uma doença traiçoeira, porque é assintomática no início e só irá provocar baixa visual em fase mais avançada.

Quais os exames que auxiliam o diagnóstico do glaucoma?


Imgs_pagina-glaucoma01

Para o diagnóstico do glaucoma alguns exames devem ser realizados como: tonometria de aplanação (exame para medir a pressão intraocular), fundo de olho (exame para avaliar se existe lesão do nervo óptico- “escavação’ ou buraco, provocado pelo glaucoma), gonioscopia (exame para classificar o tipo de glaucoma - ângulo aberto ou fechado) e campimetria computadorizada (exame para se avaliar o campo visual). Recentemente exames de última geração foram incorporados ao arsenal de combate ao glaucoma como o OCT (“Tomografia de Coerência Óptica”). O diagnóstico precoce do glaucoma só é feito em um exame oftalmológico de rotina e a medida anual da pressão intraocular é a forma mais sensata de se preservar a visão.

Quais as formas de tratamento do glaucoma?


Imgs_pagina-glaucoma02

- Colírios antihipertensivos: inicialmente, o glaucoma pode ser controlado por meio de colírios que diminuem a pressão intraocular.

- Laser: a fototrabeculoplastia com laser de argônio promove um aumento do escoamento do humor aquoso (líquido que preenche a câmara anterior do olho) pois provoca pequenos “furos” no trabeculado (ângulo da câmara anterior).

- Cirurgia: a trabeculectomia cria uma fístula que “desvia” o humor aquoso de dentro do olho para a conjuntiva (película que reveste o olho) onde é absorvido. A cirurgia só está indicada para os casos que não responderem ao tratamento clínico ou laser.