Pré-Agendar Consulta













Hospitais de Atendimentos

Hospital de Olhos Limongi

CBCO (Centro Brasileiro de Cirurgia de Olhos)

Consulta agendada com sucesso!

Houve um erro ao enviar seu agendamento.

Blog

07 MAR

Doença Ocular Tireoidiana


A Doença Ocular Tireoidiana ou “Oftalmopatia de Graves” é uma doença auto-imune em que os linfócitos, células encarregadas de nos defender contra as infecções e de regular as inflamações, atuam incorretamente e atacam diferentes órgãos do corpo. Na glândula tireóide se desencadea uma inflamação por mecanismos desconhecidos que ativam a produção de hormônios de maneira não controlada criando hipertiroidismo.

Os olhos também podem ser afetados nesta doença. Na órbita encontramos células que tem a mesma proteína que a glândula tireóide, assim os linfócitos atacam essas células causando grande inflamação nos músculos, na gordura e na área periocular palpebral. A inflamação e o edema (acúmulo de líquido) que se produzem nestes tecidos fazem com que aumente o volume da gordura e os músculos engrossam. Assim, o globo ocular é movido para frente promovendo protusão do globo ocular (exoftalmia ou proptose). O aumento dos tecidos frouxos das pálpebras e sobrancelhas produzem um aspecto de “olhos saltados”.

O fumo piora o prognóstico sendo que os fumantes tem uma doença de duração mais longa e respondem pior ao tratamento. Nos pacientes que detectamos precocemente a doença, obtemos uma melhor resposta com o tratamento com corticóides. É de grande importância que nas primeiras semanas de diagnóstico da doença o paciente seja examinado por um oftalmologista especialista em órbita e pelo endocrinologista para tratar a doença tireoidiana pois a dosagem hormonal pode ser normal nos primeiros meses.

Postado por Prof. Dr. Roberto Limongi